Veja Também
Perfis Pultrudidos
Gradil / Tampa
Peças Moldadas
Coberturas PRFV
» Coberturas
Coberturas

As coberturas em PRFV (plástico reforçado com fibra de vidro) são desenhadas e fabricadas de acordo com as exigências da aplicação. O reforço de fibra de vidro e matriz de poliéster ou viniléster, são particularmente utilizadas em ambientes corrosivos ou em situações onde seja requerido ausência de manutenção. Algumas aplicações típicas são a Indústria Química, estações de tratamento de Água e estruturas comerciais com ambientes salinos. Estas coberturas podem ser autoportantes ou assentes sobre estruturas em perfis pultrudidos. É possível a colocação de entrada de homem ou chaminés.

As peças produzidas em plástico reforçado com fibra de vidro (PRFV), são produzidas utilizando essencialmente dois elementos, a fibra de vidro (reforço) que é impregnada com resina (matriz plástica). Consoante a resistência química desejada podem ser utilizadas diversos tipos de resina. As mais usuais são a poliéster, que pode ser ortoftálica para soluções onde não é desejada resistência química considerável, isoftálica onde é desejada uma resistência química considerável e viniléster onde é desejada elevada resistência química.

A aplicação de peças de plástico reforçado com fibra de vidro (PRFV) em coberturas e fachadas tem vindo a ter um aumento de procura significativo devido às suas características, nomeadamente ausência de manutenção, baixo peso, facilidade de manuseamento, estética, etc.

Este tipo de peças pode ser produzido com diversos tipo de acabamento, a imitar tijolos, granitos, rústico, madeira, camuflado militar entre outros. A coloração é dada através de uma camada de gelcoat que não é mais do que uma pintura no molde antes do fabrico da peça que fica perfeitamente colada à peça e que garante um vida longínqua e com elevada resistência às intempéries, incluindo aos ultra-violetas. Também é possível a incorporação de aditivos de resistência aos ultra-violetas na resina.

As peças em PRFV podem ser opacas ou translúcidas, não sendo possíveis espessuras superiores a 3 mm em peças translúcidas, sob pena de o não serem.

No caso de peças de cobertura, estas podem ser autoportantes, onde a necessidade de colocação das tradicionais asnas de apoio são eliminadas. Estas soluções podem aplicadas em edifícios de estrutura metálica, pultrudida ou de betão armado, sendo o seu tempo de aplicação relativamente baixo em comparação com as soluções tradicionais.

Para cada situação é estudada uma solução e desenvolvido um novo produto de acordo com as necessidades. Quando a espessura da solução obtida é elevada, superior a 3 ou 5 mm, deve-se utilizar estruturas tipo sandwich. Neste caso é utilizado um núcleo leve entre as camadas laminadas aumentando assim a espessura sem aumentar significativamente o peso da estrutura, e consequentemente aumentado a resistências das peças. O núcleo pode ser de poliuretano ou tipo ninho de abelha, entre outros.

© Copyright 2009 Alto - perfis pultrudidos, Lda - Todos os direitos reservados Desenvolvido por:4por4